A Editora da Unicamp irá doar mais de 60 mil livros para bibliotecas públicas, ONGs e presídios do estado de São Paulo

A Editora da Unicamp já vendeu inúmeros livros e, atualmente, mantém em seu catálogo 500 títulos disponíveis para compra. Porém, muito mais do que comercializar obras, ela tem como objetivo principal compartilhar conhecimento e incentivar a leitura em todos os espaços. Por esse motivo, lançou a campanha de doação de livros para instituições do Estado de São Paulo, que tem como propósito difundir produções intelectuais de qualidade, tornando obras de cunho técnico, artístico e científico acessíveis a públicos diversos. 

De acordo com a pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, realizada pelo Instituto Pró Livro (2016), a média anual de livros lidos pelos brasileiros entre 2011 e 2015 foi de apenas 4,96 e, destes, somente 2,43 foram lidos do começo ao fim. Além disso, os dados mostraram que 44% da população ainda não possuía o hábito de leitura e 30% nunca havia comprado um livro. Tais números não só evidenciaram a necessidade de ações de estímulo à leitura, como também revelaram a importância de disponibilizar para a população um acervo com conteúdo atrativo e útil, sem a necessidade de gastar dinheiro.

Pensando nisso, foi criada a campanha de doação da Editora da Unicamp. A fim de entregar para cada público títulos que abordem assuntos relacionados aos seus interesses, foram organizados três lotes. O lote A, destinado a bibliotecas de escolas de Ensino Médio, traz títulos como O demônio familiar, de José de Alencar e O futuro, de Machado de Assis. O lote B,  reservado a bibliotecas não especializadas, contém obras como Gramática do português falado, de Ataliba Castilho e Saúde reprodutiva na esfera pública e política, de Maria Coleta Oliveira. O lote C indicado para bibliotecas universitárias é composto por livros como Por uma arquitetura dos espaços abertos, de Flávia Brito Garboggini, e Tópicos em termodinâmica estatística e processos dissipativos, de Roberto Luzzi.

Outro aspecto que destaca a ação promovida pela Editora é a escolha das instituições que poderão receber a doação dos livros: bibliotecas públicas municipais, de escolas, de universidades, de presídios, de organizações não governamentais sem fins lucrativos, exclusivamente do estado de São Paulo. 

  • Bibliotecas públicas

Por serem um ambiente fundamental na trajetória de qualquer cidadão, ações para a promoção das bibliotecas são sempre bem-vindas, especialmente quando as tornam um espaço mais atrativo para as pessoas.

1

  • ONGs

Por desenvolverem projetos que estimulam a leitura, principalmente, para grupos socialmente desfavorecidos, tais instituições merecem todo apoio.

2

  • Presídios

Além de contribuir para a diminuição da pena dos detentos, o programa de incentivo à leitura, desenvolvido dentro das penitenciárias, dá oportunidade para o indivíduo enxergar sua situação e seu futuro na sociedade a partir de uma nova perspectiva. A qualidade e o conteúdo dos livros adotados são fatores fundamentais para o êxito do projeto. 

3

Ficou interessado na campanha? Confira o edital completo, conheça todas as informações e a relação de títulos designados para cada lote. E atenção: as solicitações serão recebidas somente até 16 de maio de 2020.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s