Desvendando a redação no Vestibular Unicamp

A redação - imagem

por Everaldo Rodrigues

O vestibular da Unicamp é um dos mais conceituados do país. Organizado pela Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest), tem como uma de suas características fundamentais a sua prova de redação, realizada na segunda fase. É sobre a produção textual exigida nessa etapa e sobre os seus métodos de análise que trata A redação no Vestibular Unicamp: O que e como se avalia, organizado por Márcia Mendonça e Cynthia A. B. Neves. O livro, lançado pela Editora da Unicamp, reúne textos escritos por membros da própria Comvest, que detalham o método de avaliação e correção das redações, expondo as tabelas, os dados e as grades analíticas utilizadas nesse processo.

Antes de mais nada, é imprescindível destacar que A redação no Vestibular Unicamp não é um livro de dicas. Ao apresentar para alunos e professores os mecanismos da prova de redação e os critérios utilizados na correção, contribui para a melhor compreensão de um processo que até então era abordado no Ensino Médio e nos cursinhos preparatórios com base nas provas anteriores. Dada a intensa concorrência do vestibular, é comum encontrar, principalmente na internet, diversos conteúdos e aulas que tentam decifrar a prova de redação da Comvest. No entanto, suposições baseadas em provas antigas podem gerar dicas e macetes equivocados e levar os alunos a se frustrarem ou a não atingirem o real potencial de seus textos durante a prova. Por isso, a proposta do livro é expor a filosofia da Comvest para a elaboração do tema da redação e os critérios utilizados para sua correção. Ao considerar que a produção textual seja o resultado das práticas desenvolvidas ao longo da escolarização, o livro busca contribuir para a formação dos estudantes, colaborando com o ensino básico e com o desenvolvimento de uma habilidade de escrita que cumpra os requisitos exigidos.

O primeiro texto do livro é escrito pelas organizadoras, Márcia Mendonça, coordenadora acadêmica da Comvest,  e Cynthia A. B. Neves, membro da Câmara Deliberativa do Vestibular, e apresenta a grade de avaliação utilizada para corrigir a redação, permitindo ao candidato saber o que será exigido dele na prova. Apresentando estatísticas esclarecedoras e discutindo a interferência de tais números no desenvolvimento das provas a cada ano, as autoras deixam claro, logo no início, qual é o objetivo de todo o livro: incentivar a transparência e a formação. O texto seguinte, também de autoria de Cynthia Neves, explica a importância da proposta temática dentro da avaliação e como ela deve ser abordada de maneira abrangente pelos professores, além de fixar tópicos que auxiliam os candidatos a se prepararem melhor e conseguirem interpretá-lo da maneira correta.

O texto escrito por Marcela Fossey, doutora em Linguística, salienta a importância da capacidade do aluno de dominar um alto número de gêneros textuais cotidianos, de maneira que ele esteja o mais preparado possível para o que a prova possa lhe pedir. O capítulo desenvolvido por Patrícia Aquino, professora de Português para Estrangeiros no Centro de Ensino de Línguas da Unicamp (CEL), trata do valor de uma boa bagagem cultural e de leitura, não só literária como também de textos informativos, para a produção de uma boa redação. Já o quinto texto do livro, escrito por Márcia Mendonça, trata das características mais técnicas da redação, a partir dos conceitos de Convenções de escrita e Coesão. Nele o aluno pode compreender melhor o que a banca avaliadora espera no quesito linguístico-gramatical, na maneira como o candidato deve se expressar de um modo compatível com o gênero definido.

O posfácio do livro, de autoria de Luciana Quitzau, traz uma retrospectiva da redação dentro do vestibular da Unicamp desde 1987, revelando o quanto a proposta da universidade era inovadora no contexto da época e como o passar dos anos possibilitou sua evolução e sua contínua adaptação à realidade estudantil brasileira. Ao fim da leitura, é possível vislumbrar um panorama claro do que é e de como funciona a redação do vestibular da Unicamp, desde o momento da concepção dos temas que serão abordados, passando pela sua produção na prova, até a sua correção.

Além de toda a informação que tais textos proporcionam aos candidatos do vestibular e aos professores que precisam preparar seus alunos para uma fase tão importante de suas vidas, o livro se torna agente no diálogo entre a Comvest e o público em geral. O relacionamento entre universidade e comunidade depende de transparência e compromisso social, principalmente em um momento como o atual, quando as universidades públicas se encontram na delicada posição de defenderem sua importância diante do governo. A redação no Vestibular Unicamp contribui com esse diálogo ao tornar mais democrático o acesso ao Ensino Superior.

Capa_A redação no Vestibular Unicamp_14 x 21 cm.indd

 

A redação no vestibular Unicamp – O que e como se avalia

Organizador: Márcia Mendonça & Cynthia Agra de Brito Neves

ISBN: 978-85-268-1492-9

Edição:

Ano: 2019

Páginas: 184

Dimensões: 14×21

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s