Escritos inéditos de Aby Warburg

A presença do antigo

Por Cristiane Trindade

 

A Editora da Unicamp acaba de publicar A presença do antigo, um volume com escritos inéditos em língua portuguesa do historiador de arte Aby Warburg. Traduzido do alemão por Cássio Fernandes, pesquisador da obra de Warburg e professor do Programa de Pós-Graduação em História da Arte da Universidade Federal de São Paulo, o livro reúne textos que se inserem no campo de estudos do Renascimento e refletem, em grande parte, sobre a influência da Antiguidade na arte renascentista italiana.

A obra traz textos de Warburg inéditos no Brasil, representativos de importantes teses desenvolvidas ao longo de seu percurso intelectual. Entre eles: “De arsenal a laboratório”, uma conferência autobiográfica proferida em 1927, em Hamburgo, em que o autor expõe a conexão entre as diversas pesquisas às quais se dedicou; “A ninfa: Uma troca de cartas entre André Jolles e Aby Warburg”, uma correspondência criada por Warburg para refletir sobre o processo de transformação do estilo artístico; e os ensaios “Mnemosyne. O atlas das imagens. Introdução” e “A posição do artista nórdico e do artista meridional a respeito do tema das imagens”.

A seguir, há quatro apêndices com textos que foram importantes para a recepção e a fortuna crítica das obras de Warburg na Alemanha, produzidos por dois historiadores da arte ligados ao autor durante os anos de trabalho em sua biblioteca, transformada em instituto de pesquisa. Os dois primeiros apresentam ensaios de Fritz Saxl, um sobre o projeto inacabado para a edição das Obras completas do renomado autor e o outro sobre a história da fundação da Biblioteca Warburg, na cidade de Hamburgo, nos primeiros anos do século XX, atualmente um instituto sediado em Londres. Nos outros dois, o leitor tem acesso a ensaios de Edgar Wind sobre as questões centrais do pensamento de Warburg.

A publicação cumpre assim a tarefa de trazer ao leitor, em língua portuguesa, além de uma parte pouco conhecida da produção de Warburg – geralmente acessível no Brasil apenas por meio da interpretação de terceiros –, ensaios que contribuem para a compreensão de seu percurso intelectual. A tradução foi feita diretamente dos originais manuscritos ou datilografados por Warburg e teve como versão comparativa a tradução para o italiano realizada por Maurizio Ghelardi, professor da Scuola Normale Superiore de Pisa. As notas produzidas por ele para a edição italiana também foram incluídas neste volume.

Para Ghelardi, que é também autor do prefácio, a obra possui não apenas o mérito de apresentar ao leitor brasileiro parte da produção de Warburg, mas também de, ao reunir escritos pouco conhecidos ou inéditos do autor, contribuir para que novas leituras sejam realizadas, para além das já conhecidas interpretações de sua produção.

 

A presença do antigo: Escritos inéditos - volume 1

 

A presença do Antigo – Escritos inéditos – Volume 1

Autor: Aby Warburg
Organizador: Cássio Fernandes

ISBN: 978-85-268-1462-2

Edição: 1ª

Ano: 2018

Páginas: 304

Dimensões: 14×21

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s