Portal G1 publica matéria sobre o livro “Ypabuçu, a vida nas lagoas”

Matéria sobre o livro Ypabuçu, a vida nas lagoas, de Marcos Rodrigues, foi publicada no Portal G1 em 14 de setembro de 2022.

Entre esses acontecimentos narrados na obra estão a floração das árvores mais antigas do mundo, as viagens transcontinentais de aves, a história das tilápias sagradas que se proliferaram recentemente em quase todas as lagoas do Brasil, as viagens dos alevinos, entre outras histórias.

A lagoa de Lagoa Santa (MG) foi o refúgio e o centro de pesquisas do autor. — Foto: Viajento
A lagoa de Lagoa Santa (MG) foi o refúgio e o centro de pesquisas do autor. — Foto: Viajento

Segundo ele, são mais de 20 anos de observações e pesquisas “apenas” na lagoa de Lagoa Santa (MG). Porém a obra contém estudos e situações em outras lagoas do mundo. “Faço uma conexão destes fatos com outras lagoas ou lagos famosos do planeta, como, por exemplo, o Lago Vitória na África, o Lago de Genesaré na Terra Santa, os grandes lagos americanos, a lagoa da Conceição em Florianópolis, os lagos salgados dos andes e muitos outros”, conta o professor que há 25 anos atua na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

Para Rodrigues, “Ypabuçu, a vida nas lagoas” é um conjunto de observações e estudos específicos sobre a fauna, flora e até mesmo sobre a história de alguns locais. “No livro aparecem personagens históricos como Fernão Dias, Dom Pedro II, o explorador britânico Richard Burton, o naturalista dinamarquês Peter Lund (o pai da paleontologia brasileira que viveu em Lagoa Santa) e até os apóstolos de Jesus Cristo. Além disso, as histórias são permeadas por referências poéticas. Entremeados às lagoas estão Fernando Pessoa, Dante Alighieri, Manoel Bandeira, Olavo Bilac, entre outros. Conectando a poesia e a ciência”, divulga.

Lagoa Santa tem população estimada em 64 mil habitantes (IBGE) e fica a cerca de 35 km de Belo Horizonte (MG). — Foto: Prefeitura Municipal de Lagoa Santa
Lagoa Santa tem população estimada em 64 mil habitantes (IBGE) e fica a cerca de 35 km de Belo Horizonte (MG). — Foto: Prefeitura Municipal de Lagoa Santa

O pesquisador de ecologia e história natural diz que o objetivo principal da obra é divulgar, de forma didática, o que é ecologia para o público leigo, que geralmente não se interessaria por um livro com tal tema. “Por isso são histórias do cotidiano que qualquer pessoa poderia ou pode viver. Por exemplo, falo da águia-pescadora que todo ano visita a lagoa de Lagoa Santa. É um animal grande, corpulento e majestoso, que pesca de uma forma peculiar. A águia está ali, na frente de todo mundo, todo ano no mesmo poleiro, mas quase ninguém a percebe. É como se ela não existisse. Nesse caso, meu objetivo é mostrar a existência desse animal fantástico, que tem uma história de vida mais incrível ainda, pois ele faz uma longa migração transcontinental. Sabe para onde? Pois é. Leia o livro e descubra e depois procure pela águia, que ocorre em várias lagoas do Brasil”, sugere Rodrigues.

O município mineiro tem 83 anos e está a 759 metros de altitude. — Foto: Pedro Leopoldo Notícias
O município mineiro tem 83 anos e está a 759 metros de altitude. — Foto: Pedro Leopoldo Notícias

Questionado sobre o significado de “Ypabuçu”, o autor disse que relevar isso seria um grande spoiler. Então fica o convite para essa leitura. O lançamento do livro faz parte da Festa do Livro promovido pela Universidade de Campinas. Você pode adquirir a obra acessando o site da Editora Unicamp.

Para ler a entrevista no site do Jornal da Unicamp, clique aqui.

SOBRE O LIVRO

Ypabuçu, a vida nas lagoas

Autor: Marcos Rodrigues

ISBN: 9788526815537

Edição: 1a

Ano: 2022

Páginas: 232

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s