A teoria que transformou a comunicação

Teoria da informação

 

 

Por Jessica Moreira Siqueira

 

“O problema fundamental da comunicação é o de reproduzir em um ponto dado, exatamente ou aproximadamente, uma mensagem selecionada em um outro ponto”, escreveu o engenheiro matemático Claude E. Shannon, em um artigo de 1948. Buscando uma resposta para esse problema, o pesquisador desenvolveu um novo ramo da matemática: a teoria da informação.

Em um primeiro momento, o estudo inédito causou controvérsias entre os especialistas e sua importância não foi totalmente compreendida. No entanto, entre os anos 1950 e 1960, os teoremas de Shannon foram gradualmente assimilados, tornando-o conhecido como o “pai da teoria da informação”. Atualmente, sua teoria é utilizada pelas mais diversas áreas, incluindo a criptografia, a neurociência e a computação quântica. Além disso, foi essencial no estabelecimento das bases para a aplicação da linguagem binária, o que permitiu o desenvolvimento da comunicação por meio das redes.

O livro Teoria da informação e da codificação, escrito pelo doutor em engenharia e professor da Télécom ParisTech, Olivier Rioul, apresenta os resultados fundamentais dessa teoria em uma exposição detalhada, produto de um trabalho de dez anos do autor.

A publicação é baseada nos cursos ministrados por Rioul em universidades parisienses. Trata-se, portanto, de uma produção destinada principalmente aos estudantes e pesquisadores da área. A obra visa fornecer aos alunos de engenharia “as noções essenciais de teoria da informação, para aplicações na codificação de fonte e de canal. Os estudantes aos quais a obra se destina devem possuir as bases da teoria das probabilidades (variáveis aleatórias), disciplina sobre a qual se apoia a teoria da informação”, explica o autor na nota introdutória.

O estudo é dividido em duas partes. Na primeira, há uma exposição das ferramentas gerais da teoria da informação, como a entropia, a divergência, a informação mútua, o teorema de tratamento de dados, a informação de Fisher e a variância entrópica. Já na segunda são apresentados os limites e teoremas de Shannon, demonstrando as aplicações da teoria da informação na codificação de fonte e canal. Ao final, exercícios e problemas completam o texto, auxiliando na assimilação do conteúdo.

Traduzida do francês, a obra é uma publicação da Editora da Unicamp em parceria com a Editora da Universidade de Brasília. De acordo com o tradutor e professor da Faculdade de Tecnologia da Unicamp, José Carlos Magossi, Teoria da informação e da codificação “é um livro de referência escrito por um pesquisador experiente, que apresenta as ferramentas básicas na área de teoria da informação, importantes para o conhecimento e o desenvolvimento de pesquisas. O assunto é a base, digamos, da era digital que vivenciamos atualmente com CDs, pen-drives, TV digital etc. Dessa forma, seu conhecimento é de suma importância para pesquisadores, estudantes de engenharia elétrica, engenharia de telecomunicações e universitários interessados no tema”.

Teoria da informação e da codificação

Teoria da informação e da codificação

Autor: Olivier Rioul

Tradutor: José Carlos Magossi

ISBN: 978-85-268-1394-6

Coedição: Editora da UnB

Edição: 1ª

Ano: 2018

Páginas: 288

Dimensões: 16×23

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s